Notícias

BEM ESTAR - Grávidas sem sintomas devem seguir o pré-natal normalmente


O ideal é fazer duas a três ultrassonografias durante a gestação. Mesmo quem teve sintomas não significa que terá um bebê com alterações.

As dúvidas e medos em relação ao zika vírus continuam tirando o sono dos brasileiros, principalmente das mulheres grávidas ou que pretendem engravidar. Para responder às perguntas que vêm surgindo com as novas descobertas, o Bem Estar desta quarta (16) recebeu a nossa consultora, a pediatra Ana Escobar, o obstetra Adolfo Liao e o virologista Paolo Zanotto.

As mulheres grávidas que não tiveram sintomas de zika devem seguir o pré-natal normalmente. A recomendação é de duas ou três ultrassonografias durante a gestação, sendo que o do meio deve ser morfológico. A grávida com sintomas de zika não precisa fazer mais ultrassons do que o normal e a infecção não significa que ela terá necessariamente um filho com problemas neurológicos. Mas é preciso que ela procure um centro de saúde assim que tiver os primeiros sintomas. Em 80% dos casos de contaminação não há sintomas. Ainda não há remédios que evitem um eventual problema neurológico no bebê. A alteração no sistema nervoso depende da carga viral, das condições de saúde da mãe e do período em que a infecção pelo zika ocorreu. Essas alterações podem ser no tamanho da cabeça e/ou no tecido cerebral. Ainda não há acesso amplo aos exames de sorologia, que detectam anticorpos contra o zika. O único exame, de acesso restrito, é o que detecta partes do vírus e apenas nos primeiros dias de sintomas. A confirmação da infecção pelo zika por exame de sangue não vai ser feita em todos os casos e o tratamento é sintomático.

Fonte: g1.globo.com/bemestar

Em destaque
Últimas notícias
Arquivo
Busca por assunto

HOSPITAL SÃO FRANCISCO  

 

+55 61 3378 9000

 

QNN 28 Módulo C Área Especial Ceilândia 

 

Brasília - DF  CEP: 72220-280

 

 

 

  • Facebook

Atendimento emergencial 24h

© 2017 por Hospital São Francisco. Todos os diretos reservados.